A EFICÁCIA DO EVANGELHO DE CRISTO


A foto acima ou ao lado, mostra a ex-passista de escola de samba, Vânia Love, sendo batizada numa das igrejas evangélicas do Rio. Esta imagem confirma o que assistimos no vídeo em que Dona Zica, uma das fundadoras da escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, acusa, numa entrevista, os evangélicos de esvaziarem a tradicional escola de samba do Carnaval do Rio pelo fato de muitos de seus integrantes ter se convertido a fé evangélica, inclusive um filho seu. Deixando de lado o viés político da polemica, no qual o prefeito Crivella é alvo principal, temos que reconhecer que de uma forma muito própria de Deus agir, o evangelho vai, paulatinamente, mudando a face sombria do Rio de Janeiro. Por outro lado, a crise na área da segurança nos mostra outra realidade. A anunciada intervenção federal no Rio de Janeiro entrega a área de segurança aos cuidados das forças Armadas, diga-se de passagem, uma aspiração alimentada por boa parte da população saudosista do governo militar, demonstra a decadência da sociedade civil refletida na pessoa de seus governantes e gestores. Parece que finalmente nossas autoridades reconhecem, ainda que com certa reserva, que vivemos um estado de guerra. Analisando porém este cenário com a mesma luz, tal como mencionei no primeiro parágrafo deste artigo, perguntamos: Se a proclamação do evangelho produz baixas consideráveis no contexto carnavalesco, porque o impacto do evangelho não produz o mesmo efeito na área da segurança? O mapa social e geográfico da criminalidade é complexo demais para ser definido em poucas linhas, porém, um fenômeno nos encabula, por que, geralmente, onde há uma forte presença do crime organizado há também uma presença evangélica significativa, como ocorre em muitos bairros e municípios aqui no Estado do Rio? Outro fato intrigante é o caso de muitos criminosos afirmarem ser filhos de crentes e desviados do evangelho (O que fica evidente até pelos seus nomes) assim, diante estas duas realidades – O depoimento da Dona Zica e a realidade do crescimento da onda da violência – concluirmos que na linha de ataque a igreja tem sido imbatível. O testemunho do evangelho, dado pela igreja, tem sido eficaz no aspecto da conversão e não tão eficaz no aspecto da transformação que implica em conservação dos resultados obtidos pela pregação do evangelho. Não quero entrar em polêmicas teológicas, mas devemos nos lembrar que o mesmo Jesus que disse: Ide e pregai… é o mesmo que ordenou: Ide e fazei discípulos. Para que colhemos os resultados coerentes com a natureza e o poder do evangelho precisamos, como Igreja, realizar a missão integralmente e não parcialmente. Pregar o evangelho, fazer discípulos, encarar os desafios sociais é o tripé da missão que faz da igreja um agente eficaz de transformação do cidadão, da sociedade, da cidade, do País e do mundo.

#IgrejaMetodistaWesleyana #TempodeCrescer #BispoRobertoAmaral

© 2023 por Amante de Livros. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook B&W
  • Twitter B&W
  • Google+ B&W